BEM-VINDO À CIDADE DO CÉREBRO

Uma experiência que deu resultado

A idéia de se criar uma cidade física que pudesse reunir por determinado período do ano, especialistas em neurociências, para que pesquisassem juntos e trocassem conhecimentos, com o nome CIDADE DO CÉREBRO, surgiu durante a realização do primeiro Congresso Internacional de Aprendizagem Acelerativa realizado em 1982 na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ , que contou com a presença de mais de 20 conferencista internacionais.

Os resultados dos estudos então processados, nos levaram a concluir pela criação do PEDIC – PROGRAMA ESPECIAL DE DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA E CRIATIVIDADE na UERJ , que implementou a METODOLOGIA DE APRENDIZAGEM ACELERATIVA uma forma de ensino- aprendizagem de modo a mobilizar potencialidades do cérebro ,a fim de que os alunos aprendam melhor e mais rápido, Esta iniciativa nos transformou em poucos anos em uma das maiores escolas do estado do Rio de Janeiro contando com a presença de 6.000 alunos.

O espírito que nos animou a estimular essas pesquisas e estudos sobre o cérebro principalmente no que ele é capaz de realizar, nos fez aprofundar os estudos na área da Inteligência ; inteligência no sentido real da palavra, vem do latim Inter, eentre que Indica colher relacionando. o que nos obriga a estudar a inteligência em suas várias acepções:

  • inteligência como resposta do ser às suas necessidades;
  • Inteligência do intelecto ou seja Conjunto das funções cognitivas ou
    intelectuais;
  • inteligência racional que consiste colher relacionando a fim de
    estabelecer uma lógica
  • inteligência emocional baseada na combinação do sistema das emoções
    no cérebro mas o sistema glandular endócrino;
  • inteligência no sentido de informações como usam as forças armadas
  • inteligência empresarial polir para atingir objetivos
  • inteligência no sentido de colher relacionando para desenvolver as potencialidades humanas

 

Uma nova experiência – A CRUZADA DA INTELIGÊNCIA

Pois a mesma vontade que nos levou a criar o PEDIC, visando o crescimento da sociedade brasileira, nos animou a lançar a CRUZADA DA INTELIGÊNCIA com o propósito de romper tabus como por exemplo, de que , inteligência não se aprende, de que inteligência se mede pelo QI e outras ideias criadas afim de bloquear a inteligência das pessoas,implantando e fortalecendo no país a cultura do fracasso que estamos dispostos a combater.

Nosso propósito é mostrar a todas as pessoas que todos podem desenvolver a inteligência independentemente de raça ,condições sociais e expectativas que outros tenham a respeito delas.

Convocação dos cruzados dos tempos modernos

Se você é professor médico, advogado, psicólogo, pedagogo, Engenheiro; enfim, se você tem disponibilidade de tempo e tem a Preciosa combinação de conhecimento e experiência, ou apenas se interessa com assuntos relacionados ao cérebro humano e suas potencialidades, após longos anos de serviço ativo, nós da cidade do cérebro, queremos conversar com você para saber se você quer juntar-se a nossa equipe, aos nossos grupo de estudos do cérebro e da inteligência, ou se quiser trabalhar conosco entre em contato:

contato@cidadedocerebro.com.br

A cor da Cidade do Cérebro

A cor usada há mais de quarenta anos pela “Cidade do Cérebro”, violeta
perfeita (uma tonalidade de roxo) que é uma combinação de vermelho, que
queima energias, e azul, que as recompõe, é por isso é a cor da criatividade,
da ressurreição, da Quaresma. Esta cor indica também uma espera por
grandes realizações e nos convoca para adequada recepção a elas.

Diretor

Diretor

Professor Luis Machado – Fundador e Diretor Geral

Coordenadoras

img
Mariana Pimenta

Estudante de Design Gráfico na Universidade Estácio de Sá. Professora formada pelo Instituto de Educação Governador Roberto Silveira. Formada em Inglês pela Wizard. Designer responsável pelos projetos visuais, Design, Capas de E-books, site e mídias sociais da Cidade do Cérebro.

 

img
Jaqueline Silva

Jaqueline Silva, ex-aluna do CLC IDIOMAS, graduada em Ciência da Computação, especialista em Propriedade Intelectual e gestora do canal de vendas de e-books da Cidade do Cérebro.