ARTIGO 2 -A CULTURA DO FRACASSO E A EMOTOLOGIA

Prof. Luiz Machado, “Cidade do Cérebro”.

Estamos usando a palavra “cultura” no sentido de “ herança social de uma comunidade : o corpo total de artefatos materiais (ferramenta, armas,habitações, locais de trabalho, cultos, governo recreação, obras de arte etc.), de artefatos espirituais e mentais (sistemas de símbolos, ideias, costumes, hábitos, crenças, percepções estéticas, valores etc.) e de diferentes formas de comportamento (instituições, grupamentos, rituais, maneiras de organização, etc.) criados por um povo (às vezes deliberadamente, às vezes por interconexões e consequências imprevisíveis nas suas atividades ongoing dentro de suas condições de vida próprias (particular) e (por passar por várias espécies e gruas de mudança) transmitidos de geração a geração.

Ensinar sucesso é combater a culTura do fracasso, sem mostrar que estamos fazendo isso; é transmitir esse sentimento que deve acompanhar todas as palavras, todas as ações de quem ensina.

Todo esse conjunto de elementos forma desde pequenos grupos , até países, de modo que costumamos citar em administração “a cultura da organização”, principalmente quando chega um empregado novo.

Os elementos da cultura formam um sistema que tende a rejeitar quem tenta entrar nele que é estranho aos costumes.

Pois bem, quando esses elementos formam uma concepção de fracasso, por exemplo, a pobreza leva as pessoas a estabelecerem objetivos educacionais limitados.

Ênfase especial ao sucesso, deve ser colocado no papel da pobreza, que faz o individuo sentir que pertence à “cultura do fracasso”, um sentimento que tende a limitar os objetivos educacionais do individuo.

Não se combate a cultura do fracasso com exortações, pregações , sermões e, sim, com os elementos da cultura como vimos acima, levando o cérebro a perceber que todos têm iguais oportunidades.

O ambiente, físico mental e espiritual deve comunicar a igualdade entre todos, mostrando que todos podem ter sucesso dependendo apenas da dedicação, da determinação, e da disciplina.
“ CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *