Professor Luiz Machado

 

É no cérebro que

ocorre o sucesso

 

 

 

Quanto mais eu alimentava esse pensamento, mais se acentuava minha convicção de que a verdadeira mudança só pode ser feita pela educação.Mesmo as mudanças políticas que se apregoam só terão bons resultados se as pessoas mudarem . Mas que educação ? A que acentua as diferença? A que beneficia as classes abastadas ? Não ! Precisamos da educação que mereça este nome conforme sua etimologia ; do latim educere ( pronuncia-se / edúcere /, de (ex) , para fora e ducere (pronuncia-se dúcere) conduzir,  portanto é trazer o potencial para fora .

A  educação de que precisamos deve, em primeiro lugar, prover as condições e ensinamentos para estimular e promover o desenvolvimento das potencialidades físicas , intelectuais , artísticas e morais .

Eu me indagava constantemente ,que posso fazer para levar os alunos a desenvolverem suas potencialidades, alem de simplesmente dar aulas.

Em 1964 como visiting scholar da Universidade de Colúmbia junto com o Prof.Anisio Teixeira, ampliei contatos com a comunidade científica dedicada ao assunto e senti a preocupação crescente entre estudiosos do tema, culminando com a declaração do Prof.V.N.Banchthikov:

Professor Luiz Machado

 

 

“A ciência está tentando subir uma montanha. Quand chegar em cima, verá que a Religião já estava lá há muito tempo.”

 

 

 

 

Os estudos se avolumavam e durante o Primeiro Congresso Internacional de Aprendizagem Acelerativa  em 1982 na UERJ, criei a  CIDADE DO CÉREBRO , visando reunir especialistas em neurociências para a troca de informações e o desenvolvimento de pesquisas conjuntas sobre o cérebro, principalmente no que ele é capaz de realizar .

Assim nasceu o Grupo de Estudos Avançados das Potencialidades do Cérebro Humano – GEAPCH  da Cidade do Cérebro.

Foi  essa dedicação aos estudos do cérebro realizador, que me permitiram concluir e apresentar em 1984 no Congresso da Suécia, a Teoria da Grande Inteligência (Emotologia), um conjunto de conhecimentos sistematizados para promover o desenvolvimento das potencialidades humanas como elemento de autorealização.

A experiência adquirida em mais de 50 anos de estudos do cérebro  dos quais  26   dedicados a chefia do PEDIC – UERJ, Programa de Desenvolvimento da Inteligência e Criatividade  ,fortaleceram a minha crença de que é preciso retirar a sociedade brasileira da cultura do fracasso e da baixa auto-estima  e a EMOTOLOGIA pode desempenhar esse papel, com seu conjunto de sistematizado de conhecimentos para promover o desenvolvimento das capacidades humanas como elemento de auto-realização

Juntos podemos mudar o mundo

  Luiz Machado – Cidade do Cérebro

Eu só me dei conta de que vivia mergulhado na cultura do fracasso, e que a pobreza faz a pessoa estabelecer  objetivos educacionais limitados, depois dos dezoito anos de idade.

Quando entrei para a faculdade para me formar professor de Ensino Médio, conheci um grupo de veteranos que se propunham mudar o mundo ! Como esse era também o meu desejo, me associei a eles , mas verifiquei que esse não era o caminho para as mudanças que beneficiassem o povo verdadeiramente.  Afinal nós cursamos  faculdade para contribuir com o desenvolvimento dos fundamentos humanos , sociais, culturais, éticos e de sabedoria da sociedade. Cedo entendi que a educação deve promover a igualdade pois proviemos da mesma molécula química e assim ocorreu a criação, a base primordial da existência dos seres.

Professor Luiz Machado

 

 

fracassar é doloroso pior é nunca ter tentado triunfar”

 

 

 

 

“  com todas as possibilidades o ser humano utiliza apenas 4% de suas reservas cerebrais”.

Vale pensar que como parte do corpo o cérebro está sujeito às mesmas influências e disfunções dos outros  órgãos .Como um conjunto de músculos responde ao uso e a falta de uso, desenvolvendo-se ou deteriorando-se.

Nos estudos que realizava, um pensamento único sempre me orientou:

A inteligência é e sempre será o único diferencial  entre os seres humanos…

Afinal, todos os seres humanos são dotados de mecanismos e estruturas que visam à preservação da espécie. E são essas estruturas  as  responsáveis pela energia que permite desenvolver a inteligência, a criatividade , a memória, a percepção, a capacidade de aprender e de adaptar-se.

Essa energia de adaptação é que pode ser chamada de a Grande Inteligência , em contraposição à Inteligência Racional, a do intelecto, ou seja, aquela que, supostamente , se mede pelos testes de QI.

Professor Luiz Machado

 

 

“A ciência está tentando subir uma montanha. Quand chegar em cima, verá que a Religião já estava lá há muito tempo.”

 

 

 

Consciente dessa responsabilidade, e atendendo  as necessidades da sociedade que se avolumam, estou ampliando a atuação da Cidade do Cérebro  disponibilizando novos conhecimentos e práticas modeladas pelo GEAPCH, com base nas mais recentes descobertas  realizadas no campo das neurociências , que vem permitindo desvendar os mistérios do funcionamento do cérebro, estabelecendo uma nova era na compreensão das potencialidades humanas ampliando as possibilidades de excelência a nível individual.

Com base nesses pressupostos, a Cidade do Cérebro está lançando a CRUZADA DA INTELIGÊNCIA  oferecendo a toda a  sociedade brasileira , CURSOS, PALESTRAS, SEMINÁRIOS E WORKSHOPS modelados pelo Grupo de Estudos Avançados das Potencialidades do Cérebro Humano, com base nos estudos e descobertas mais recentes na área do cérebro.

Neste particular cumpre-nos informar :

1.     As escolas e aos professores:

Que os métodos de ensino precisam ser reformulados de modo a mobilizar as potencialidades do cérebro normalmente não utilizados favorecendo a melhor concentração percepção e aprendizado evitando a indesejada evasão escolar

2.     Aos estudantes

Que podem otimizar seus resultados escolares, modificando o modo de estudar hoje consagrado, para o correto, que respeita o funcionamento do cérebro no tocante às emoções e a aprendizagem, facilitando a memória e a recuperação das informações evitando bloqueios no aprendizado.

3.     Aos pais

Que responsáveis por manter o equilíbrio da família, poderão fazê-lo com base no reconhecimento dos diversos comportamentos formulados pelo cérebro e suas mais frequentes reações diante da vida em grupo , Poderão agir com maior inteligência na solução dos inevitáveis conflitos de família.

4.     As Mães em especial as gestantes

Que ao assimilarem preceitos elementares de estímulo ao afeto e a inteligência desde o ventre, estarão favorecendo uma vida mais produtiva e sadia aos filhos evitando adotar procedimentos que possam causar bloqueios na inteligência e no aprendizado.

5.     As Empresas e aos Gerentes

Que aprendendo como o cérebro humano entende o trabalho, poderão auxiliar o empregado a desenvolver potencialidades cerebrais normalmente não utilizadas, àquelas que estimulam a auto-estima, a motivação, o desejo de participar e utilizar a capacidade inovadora, o que traz como decorrência , aumento de aproximadamente 30% no lucro da empresa.

6.     Aos Religiosos

Que poderão comprovar a presença de Deus no cérebro humano, entender cientificamente a ação da fé e os seus benefícios tanto quanto compreender a função da Bíblia como “Manual do Cérebro Humano”.

7.     Aos Esportistas

Que conhecendo a ciência do cérebro saberão melhor orientar seus atletas no reconhecimento e conjugação de suas capacidade física e competência técnica.

Na era da informação e da globalização, quando a inteligência se impõe como o único diferencial competitivo entre os seres humanos, a Cidade do Cérebro estará promovendo a Cruzada da Inteligência, propiciando a que todos os brasileiros tenham acesso as ciências do CÉREBRO e da INTELIGÊNCIA, usufruindo como conseqüência de melhor qualidade de vida.